Notícias

Susep intima mais uma associação de proteção veicular


Fonte: CQCS


A Susep intimou Leiliane Marques Rosa, na qualidade de responsável solidária da Valu Clube de Assistências, a apresentar defesa no prazo de 30 dias, tendo em vista denúncia por atuar como seguradora sem a devida autorização legal.

Caso a defesa não seja apresentada, os fatos narrados no processo em referência serão julgados sem as referidas alegações e, acolhidas as razões da denúncia, a intimada estará sujeita à penalidade de multa.

Na intimação, publicada no Diário Oficial da União nesta quinta-feira (24/01), a Susep, protocolarmente, informa que Leiliane Marques Rosa se encontra “em local incerto e não sabido”.

O CQCS fez, contudo, uma pesquisa em sites de reclamação e apoio ao consumidor e constatou que a Valu Clube de Assistências atua (ou atuava) principalmente na região de Contagem, em Minas Gerais, e é alvo de queixas desde 2012, pelo menos.

Naquele ano, segundo denúncia de um consumidor que não recebeu indenização, a associação teria sido vendida para a Torine Clube de Benefícios.

Desde então, o site “Reclame Aqui” recebeu 19 queixas de consumidores que se sentiram lesados pela Torine. Mas, em 14 desses casos, a associação sequer respondeu aos clientes. Apenas duas queixas teriam sido “resolvidas”.

Veja neste endereço eletrônico:

https://www.reclameaqui.com.br/indices/lista_reclamacoes/?id=109217&size=10&page=1&status=ALL

Além disso, segundo outra denúncia, feita em abril de 2018, a Torine Clube de Benefícios também já estaria atuando com nova denominação: Frota Forte Proteção Veicular.

Veja neste link:

https://www.reclameaqui.com.br/torine-clube-de-beneficios/atencao-alerta_mTdt0SunzQebAUIM/

Tags: Associação de proteção veicular, SUSEP


« Voltar