Notícias

Corretores de Seguros elogiam posicionamento de lideranças frente à MP 905/19


Fonte: CQCS | Carla Boaventura


O CQCS veiculou, na última quarta-feira, 21, uma matéria a respeito da visita feita pelo presidente da Fenacor, Armando Vergilio, e pelo deputado Lucas Vergilio (SD-GO) ao secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, para tratar dos efeitos da Medida Provisória (MP) 905/19, que revogou a Lei 4.594/64 - a qual regulamenta a profissão de corretor de seguros - e vários artigos do Decreto Lei 73/66. Após a veiculação os corretores, que são participantes do Bom Dia Seguro, o WhatsApp do CQCS, manifestaram elogios ao posicionamento das lideranças do setor.

A iniciativa do executivo e do parlamentar agradou os Corretores de Seguros, que contaram ao CQCS suas expectativas sobre o assunto, a partir de agora. O Corretor William Brandão afirma que considera a MP 905/19 “um absurdo”, por isso, ficou satisfeito com a atitude dos Vergílios. “Eu acredito que essa visita vai surtir efeito e vamos conseguir reverter a situação. Essa MP é extremamente prejudicial para nós, Corretores”.

No ponto de vista do Corretor Giovanni Rezende, “tudo que for para o bem da categoria é válido. Nossa categoria não pode se extinguir assim. Este encontro mostrou que os Corretores têm força e acredito que essa MP não vai a frente”.

Para o corretor Paulo Soares, por se tratar de um apelo vindo de um órgão respeitado, o pleito se torna mais eficaz. “Acredito que essa visita de Armando e Lucas vá surtir efeito, acredito que, dessa forma, a MP não vai avançar”. Além do mais, ele também acredita que esse tipo de iniciativa só ratifica a força do Corretor e do mercado. “A representatividade gerou esse entendimento de que alguma coisa precisa ser feita”, concluiu.


« Voltar